mardi 16 novembre 2010

Impossibilidades


Numa tarde dessas minha mãe veio braba da sala, com aquele ar de “lá vem bronca”, e me disse bem séria: “Se um dia tu pensares em ter filhos, tu nem sonhes em ter desejos. Pois, basta tu querer alguma coisa para aquilo sumir das prateleiras!”.
Não lembro exatamente o que tinha pedido para ela comprar, acho que foi milho (sim, algo simples e fácil de achar), sei lá. O fato é que sempre que começo a consumir algo, ou tenho vontade de comprar, nunca encontro. Ou porque pararam de fabricar ou porque meu nº está em falta. É sempre a mesma coisa. Com calçados, então, não falha. Eu ADORO sapatos, mas não compro qualquer um. Aliás, sou muito criteriosa e tenho um gosto bastante peculiar, o que só agrava a minha falta de sorte em achar meus objetos de desejo. Esses dois tenizinhos aí de cima, eu até encontrei em lojas (no Brasil e na Argentina), o problema foi mais uma vez meus pezinhos de anjo. Eles tinham o meu nº (37), no entanto, a forma dos bonitinhos era um pouco menor do que a de costume, aí o ideal seria um nº acima do meu que, claro, não havia nas lojas. Assim, mais uma vez fiquei só querendo. Coisa triste, não?

jeudi 11 novembre 2010

iPad bombando....

O principio é basicamente o mesmo daquela brincadeira que se faz com crianças que estão começando a falar: você diz a primeira bobagem que vem à sua cabeça e espera que o anjinho à sua frente repita tudo com aquela vozinha meiga. A diferença é que – com um iPad ou iPhone (é necessário um “microfone” no aparelho) – o anjinho é você mesmo. Melhor dizendo, é a sua voz distorcida com a ajuda de um aplicativo igualmente fofo, travestido de hipopótamo (Talking Hippo), gatinho (Talking Tom), pássaro (Talking Larry) etc. Além de colocar a bicharada pra falar, você pode alimentá-los, acariciá-los ou espancar os pobrezinhos (diga NÃO à violência!). E o melhor de tudo isso é que além de dar muitas risadas, você pode enviar seus discursos hilários por e-mail, colocar no facebook ou no twitter e mostrar suas travessuras para quem quiser. Legal, não?

video video